Viagem para a Neve com Crianças: as Estações de Esqui do Chile

Sex, Jun 15, 2012

. Publicado por: Rodrigo Dos Santos

Neve Criancas banner1 Viagem para a Neve com Crianças: as Estações de Esqui do Chile

No primeiro post, nossa amiga Ana Amaral, do blog Mãe Mochileira, Filho Malinha falou das dicas e cuidados para preparar uma viagem para a neve com as crianças. Agora, ela fala sobre as estações de esqui no Chile, que não deixam nada a dever para as badaladas (e muito mais caras) da Europa e EUA.

 

Todas as 3 estações do Chile são lindas. El Colorado é a menor e com menos atrativos. Mas é uma opção econômica para quem não abre mão das aulas de esqui, já que é a estação mais barata de todas. [Veja o site oficial]

Já Farellones (é praticamente a mesma que El Colorado, mas divididas no nome) é mais bucólica. Super charmosa e bem pequena também, com um lindo restaurante rústico e comida deliciosa. Foi lá que paramos na volta para um lanche-jantar e vimos um por do sol deslumbrante na volta pra Santiago. [Veja o site oficial]

E Valle Nevado é puro luxo. Tudo mais caro e luxuoso, mas imperdível, por ser a mais tão famosa. Tem que conhecer, pelo menos para passar uma parte do dia por lá. [Veja o site oficial]

Ingressos nas estações e hospedagem

Farellones Chile 2 1024x768 Viagem para a Neve com Crianças: as Estações de Esqui do Chile

Ana com o pimpolho em Farellones, Chile

Chegando à montanha, é hora de entender como as estações funcionam. Lá em cima, as áreas são divididas. Têm áreas onde é permitido o esqui – nas montanhas maiores e pistas maiores e oficiais. Nesse caso, você tem que comprar o bilhete que dá acesso a esta pista (como um ringue de patinação, que você paga para entrar).

Os ingressos são vendidos apenas nas estações, e apenas quando está aberta oficialmente a temporada de esqui. O mesmo para o acesso aos teleféricos. Essas empresas a que me refiro fornecem o traslado e os equipamentos que você pode usar nas zonas liberadas.

Estas áreas são as mais recomendáveis para quem não é esquiador profissional e, principalmente para as crianças. A menos que, de fato, os pais queiram que elas façam aulas. Neste caso, tem que comprar os bilhetes e pagar as aulinhas, que podem ser em grupos ou individuais. Tudo vendido pela estação (sempre caro!), mas lembrando: nas áreas livres, tem neve à vontade!

O deslocamento geralmente parte do centro de Santiago, onde as empresas estão sediadas, pela manhã e volta ao mesmo local no fim do dia. De lá cada um segue para seu hotel ou hostel. Acho essa nossa escolha uma boa opção para quem não pretende se hospedar nas montanhas,e quer apenas um dia divertido e diferente na neve, sem ter que dormir lá em cima e pagar uma fortuna por isso.

Veja hostels em Santiago, Chile, com diárias a partir de R$ 15 / 6€.

 

Gostou? Leia também:

 

Um agradecimento especial pelas fotos do flickr para Cast a Line e humbert15

1 Comentário(s) deste post

  1. andreia diz:

    Ana obrigado por compartilhar suas viagens, dando dicas importantes!!! porém estou numa dúvida cruel: você acha mais adequado ir com criança (8 anos) santiago ou bariloche?
    Grata,

2 Trackback(s) deste post

  1. Viagem para Neve com Crianças: dicas, cuidados e como escolher o destino | HostelBookers (PT) Blog diz:

    [...] A nossa amiga Ana Amaral, do blog Mãe Mochileira, Filho Malinha, nos conta um pouco de suas aventuras pela neve com a família. São duas partes: a seguir, você vê as dicas dela sobre como escolher o destino e se preparar para a aventura com os pimpolhos. Na segunda parte, veja mais detalhes sobre as estações de esqui da América do Sul, especialmente as do Chile. [...]

  2. Mochileiros de Viagem pela América do Sul | HostelBookers (PT) Blog diz:

    [...] vida noturna intensa do bairro Bella Vista. Ao mesmo tempo, está a menos de 100km do litoral e das estações de esqui, que incluem incluindo a maior pista do hemisfério sul. Procurando hospedagem econômica na [...]

Deixe um comentário